Ensino‎ > ‎

Mestrado em Fisiopatologia Cardiovascular

Apresentação

O Mestrado em Fisiopatologia Cardiovascular (MFC) tem a duração de dois anos letivos, correspondendo o primeiro ao “ano curricular” e abre edição bianualmente. No ano letivo 2015/2016, o MFC abrirá a sua 3.ª edição.


Direção










Prof. Doutor Adelino Leite Moreira  
Professor Catedrático



Comissão Científica

Prof. Doutor Adelino Leite Moreira (Presidente) 
Prof. Doutor André Lourenço
Prof. Doutora Carmen Brás Silva
Prof. Doutora Inês Falcão Pires
Prof. Doutor Paulo Chaves


Objetivos

O 2.º ciclo de estudos em Fisiopatologia Cardiovascular tem como objetivos principais proporcionar formação avançada e promover a investigação científica numa área das ciências da saúde da maior importância em termos de prevalência, incidência, morbilidade e mortalidade. De facto, as doenças cardiovasculares constituem a primeira causa de morte no nosso país, tal como no mundo ocidental em geral, prevendo-se que tal se mantenha nas próximas décadas. 


Competências a adquirir

Espera-se que os estudantes possam tomar consciência crítica das principais questões que permanecem por resolver na área cardiovascular e que com os seus projetos de investigação possam dar resposta a algumas delas, estimulando desta forma a Investigação de Translação. 

Desta forma, pretende-se que as competências a adquirir pelos estudantes sejam as seguintes:

• A compreensão sistemática no domínio da Fisiopatologia Cardiovascular, nomeadamente os seus mecanismos celulares e moleculares subjacentes.
• O treino de alta qualidade num ambiente de investigação exigente mas devidamente apoiado e orientado.
• A formação em métodos e técnicas laboratoriais avançados de análise e investigação científica. 
• O desenvolvimento das capacidades de procurar e interpretar informação científica complexa.
• O desenvolvimento da capacidade para conceber, projetar, adaptar e realizar um projeto de investigação respeitando as exigências impostas pelos padrões de qualidade e integridade académicas.
• O desenvolvimento da aptidão para realizar investigação original que tenham contribuído para o alargamento das fronteiras do conhecimento, parte do qual mereça a divulgação nacional ou internacional em publicações indexadas no ISI - Web of Science.
• O desenvolvimento da capacidade para interagir com equipas de investigação interdisciplinares na identificação e formulação de problemas científicos relevantes. 
• Capacidade de analisar e avaliar com poder crítico literatura científica nas diferentes áreas do conhecimento da Fisiopatologia Cardiovascular.
• O desenvolvimento da capacidade de apresentar ideias e resultados científicos a audiências especializadas e não especializadas.


Propinas

• Propinas tempo integral: Valor Referência da UP 1250€ /ano

•Propinas tempo parcial: 937,5€ /ano

 

Propinas Estudantes Internacionais

Valor da Propina para os estudantes abrangidos pelo Estatuto de Estudante Internacional (Aprovado pelo Decreto-Lei 36/2014 de 10 de março)

•Propinas Tempo Integral: 4500€ /ano

•Propinas Tempo Parcial: 3375€ /ano





Destinatários

Licenciados ou detentores de Mestrado Integrado em Medicina, ou noutras áreas ligadas às Ciências Biológicas e da Saúde, bem como Física, Química, Matemática e Engenharia obtidas em universidades portuguesas ou estrangeiras.


Diploma

• Mestrado em Fisiopatologia Cardiovascular 
(120 Créditos ECTS)
• Especialização em Fisiopatologia Cardiovascular 
(60 Créditos ECTS)



Perfil dos estudantes da última edição










Perfil do corpo docente da última edição